Cuidados para evitar olheiras ou pelo menos escondidas

Cuidados para evitar ou pelo menos escondidas

Olheiras apareceram porque você adormeceu muito tarde? Muita tarde da noite? Sim, este poderia ser um dos motivos pelos quais despontaram os círculos escuros e fundos sob seus olhos que agitaram com seu aspecto. Mas, o mais possível é que as olheiras sejam decorrência hereditária. Elas, certas vezes, são um legado de família – a consequência de um estilo de pele ou coloração herdada. As olheiras são mais frequentes em peles morenas. Os humanos de pele branca são menos suscetíveis às olheiras pois não produzem níveis elevados de melanina, que é um pigmento da pele. As peles muito escurecidas, como as negras, inclusive não são afetadas, porque as modificações de pigmento são menos avistáveis.

As olheiras são capazes de encontrar-se presentes a partir da infância e pioram com o envelhecimento, à proporção que o derramamento de células superficiais da pele minimiza e elas sorvem pigmento de suas adjacentes, ficando em grande quantidade de depósitos de melanina. KEYWORD
Porém por qual razão a coloração concentra-se na região dos olhos, ao invés de outro local? Esta é uma indagação ainda aberta à análise. O que conhecemos é por que o pigmento é mais fácil de ser notado nessa região. O cerne do problema é que a pele em volta dos olhos é bem fina, com um tecido flácido comparativamente minúsculo. Logo, quando o sangue atravessa esta região frágil, se mostra através da pele como “círculos escuros”.

Algumas coisas, inclusive o jeito de viver, são capazes de realçar as olheiras. Dessa forma, quando você está pálido e exausto por qualquer motivo – como, por exemplo, inúmeras noites sem adormecer satisfatoriamente – as olheiras parecerão mais escuras.
Os reflexos alérgicos que despontam na região dos olhos podem gerar prurido e irritação e o friccionar pode tornar a área muito mais escura. A exposição às luzes solares também vai escurecer temporariamente as olheiras, já que o sol estimula o corpo a criar melanina como parte de seu mecanismo defensivo contra queimaduras.

O que fazer com as olheiras?

Têm opções cosméticas e há alternativas cirúrgicas. Entre as cosméticas, a primeira alternativa é a camuflagem:
A sugestão cosmética básica é um embelezador para a parte de baixo dos olhos. Selecione um que seja apenas um ou dois tons mais claro do que a pigmentação original da sua pele. Contudo não exceda. Várias maquiagens enfatizam todo tipo de rugas ou pode deixar você com marcas desiguais e pálidas sob seus olhos.
Ao relento, evite ofuscamento adicional dos círculos utilizando óculos de sol com lentes de proteção contra radiações ultravioleta. Eles defendem a região dos raios ultravioletas, evitando assim um maior desenvolvimento de melanina.

Tática com classe! Um corte com franjas pesadas pode estender uma sombra a mais em círculos escuros. Entretanto puxar o cabelo para fora da face também tem possibilidade de suscitar complicações, realmente configurando muito contraste e fazendo as olheiras despontarem ainda mais vultosas. Uma franja com caimento lateral iria ser melhor, porém se isto não se encaixar ao seu rosto, empregando corte com mechas que caem acima de suas sobrancelhas.

Para aquelas pessoas propensas a olheiras, há soluções a longo prazo:

Quem tem olheiras, entretanto elas ainda não são tão extremas, podem ter êxito com cuidado de prevenção, por intermédio de um procedimento de clarificação da pele, feito por um profissional. O mais eficiente inclui um creme de branqueamento combinado com um creme Retin-A com o intuito de abrandar a pele por uma crosta superficial.
Primeiramente, é utilizado a cada noite no decorrer de um semestre. O regime é então reduzido para noite sim, noite não por mais um semestre e, afinal, prossegue duas vezes semanalmente sem fim, de acordo com a precisão. Todavia necessita de ser realizado sob a orientação de um profissional apto.
Peeling químico – o melhor removedor de pigmento – é um processo bastante simples e quase indolor, realizado por dermatologistas. Uma mistura segura de ácido tricloroacético ministrada na área embaixo dos olhos “queima” as camadas exteriores da pele reprimindo o pigmento mais escurecido. KEYWORD
Após alguns dias, uma crosta forma-se no tecido medicado, sob o qual a pele encontra-se revigorando. Dentro de seis a dez dias, a crosta despenca, mostrando a pele atual, embora avermelhada. É capaz de levar de seis semanas a 4 meses para que todo traço do vermelho desvaneça. Todavia logo que o vestígio desapareceu, a maquiagem pode ser usada para mascarar a coloração. Uma vez que a área é curada, a nova pele mais clara (também menos linhas finas abaixo do olho) irá ser uma mescla de colorações bem mais próxima ao resto do rosto.

Cuidados para evitar olheiras ou pelo menos escondidas
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta